Novo Endereço

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Temperatura da cor ou Comprando lâmpadas nos dias atuais


A motivação para escrever este texto veio de duas situações vividas por mim recentemente.
A primeira aconteceu quando decidi comprar lâmpadas led para minha casa.

Em princípio, parece uma coisa simples. Você vai às lojas, avalia os preços e compra onde estiver mais barato, certo?

Não, errado. Os vendedores vão lhe mostrar uma variedade de opções, ligar algumas para você ver qual prefere e aí começa a confusão. 
Eles perguntam se você prefere luz do dia ou luz não sei de que e começam a ligar um monte delas na sua cara confundindo mais que esclarecendo.
Antigamente (muito antigamente) comprava-se lâmpada pela potência em watt. Estou falando no tempo das lâmpadas incandescentes, em extinção.
Ninguém se preocupava efetivamente com a questão da luz. Você pedia uma lâmpada de 60 W, por exemplo, e pronto.
No caso das lâmpadas fluorescentes, entretanto além da “potência” em watt tinha outra especificação, como luz do dia, luz fria ou coisas do tipo e escolhíamos no olhometro